lisboa Port HDPorque o escudo de Portugal está inclinado 17º sobre a fachada da gare do Rossio? Onde foi tocada pela primeira vez em Portugal A Flauta Mágica e porque Mozart dedicou-a ao seu mestre Cagliostro? Porque é a que na teoria do quinto império português encontram-se tantos sinais na geografia da cidade? Onde encontrar os mais belos azulejos escondidos da cidade? Porque e como a Lusitânia se tornou Portugal (Porto do Graal), lugar de recolhimento do mítico Graal de Cristo? Onde se acha a cabeça do serial killer lisboeta conservada em formol? Porque a fachada sul do Mosteiro dos Jerónimos foi concebida segundo os princípios kabalísticos hebraicos? Quais são os símbolos ocultos do políptico de S. Vicente no Museu de Arte Antiga? Quem são verdadeiramente esses Sebastianistas que, à maneira dos muçulmanos xiitas, aguardam o retorno do rei encoberto D. Sebastião?

Lisboa tem sido desde a Idade Média um terreno de predilecção excepcional para desenvolver e aplicar as teorias de reis alquimistas, de ministros franco-maçons, de poetas ocultistas, de adeptos do hermetismo e dos conhecimentos secretos dos Templários que se refugiaram em Portugal, após a sua interdição no século XIV no resto da Europa. 

Vitor Manuel Adrião, historiador e filósofo reputado, é o herdeiro em Portugal do conjunto desses saberes esotéricos. Ele revela aqui pela primeira vez, neste verdadeiro guia iniciático, a sua sabedoria inédita e descreve-nos de modo estupendo os arcanos de uma cidade que alguns pensaram estar destinada a capital espiritual da Europa.

jonglez_btn_al_enjonglez_btn_tc_enjonglez_btn_ve_en


<< < 1/1 > >>